quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Televisão prejudica o desempenho escolar




Uma nova pesquisa, feita pela Universidade de Montreal, Canadá, mostrou as que crianças que passam muito tempo a ver televisão têm mais dificuldades de aprendizagem. Participaram do estudo cerca de 1.300 crianças com idade entre 2 e 4 anos. Os pesquisadores perceberam que as que ficaram muito tempo em frente à televisão aprenderam menos. O rendimento em matemática cai 6%, a participação em sala de aula diminui em 7% e as hipóteses desta criança ser vítima de bullying aumentam em 10%.
“O problema não é a televisão em si, mas o tempo que a criança perde com ela. Elas devem ser estimuladas a fazer outras atividades que exijam mais criatividade e interação”, diz Quézia Bombonato, presidente da Associação Brasileira de Psicopedagogia.
Mas proibir a criança de ver televisão não é a melhor solução. Como tudo na vida, é preciso encontrar um equilíbrio. Estipular horários para ver desenhos animados, por exemplo, pode ser um caminho. A Academia Americana de Pediatria afirma que as crianças não devem passar mais do que duas horas diante da televisão.
Menos comunicação
A fala e a audição também podem ser prejudicadas com o excesso de exposição à televisão. É o que mostrou um estudo realizado no Seattle Children's Research Institute, nos Estados Unidos. Tanto as crianças quanto os adultos conversariam menos na presença do som de uma televisão. Os especialistas já sabiam que a exposição televisiva durante a infância está associada com atrasos na fala e no trabalho do cérebro, mas não conheciam a razão. Esta pesquisa é a primeira pista sobre o assunto.
Nela foram analisadas 329 crianças entre 2 meses e 4 anos de idade. Elas usaram, durante dois anos por até 16 horas diárias, um colete especial com gravadores digitais que captavam sua fala, a dos adultos ao seu redor e o som da televisão. E o resultado foi espantoso: a cada hora de televisão assistida, a criança ouvia 770 palavras a menos. Como, segundo o coordenador da pesquisa, Dimitri A Christakis, um adulto fala em média 941 palavras por hora, isso significa que eles quase não falam quando a televisão está ligada. 
Para Christakis, esse resultado pode explicar a associação entre exposição televisiva infantil e o atraso no desenvolvimento da linguagem, atrasos cognitivos e até deficit de atenção, já que a fala é essencial para o desenvolvimento cerebral.

In Revista Crescer

quarta-feira, 1 de agosto de 2012

Entrevista a Satish Kumar

Entrevista realizada em Mallorca (Espanha) a Satish Kumar, educador e pacifista, sobre a necessidade de aprender a partir da Natureza e não sobre a Natureza (projecto Um jardim em cada escola).


Entrevista em inglês com legendas em espanhol.

sábado, 30 de junho de 2012

Paul McCartney grava mensagem sobre a Segunda Sem Carne para as escolas


O ex-Beatle e padrinho da campanha Meat Free Monday (equivalente à “Segunda Sem Carne” no Reino Unido) Paul McCartney publicou, essa semana, um vídeo em que explica muito bem de onde surgiu a ideia da campanha, quais as motivações pessoais e coletivas que estão por trás do conceito da segunda sem carne e, acima de tudo, porque é importante que as escolas e os estudantes a abracem de uma vez por todas.



sábado, 5 de maio de 2012

sábado, 28 de abril de 2012

Há escolas que são gaiolas e há escolas que são asas


"Escolas que são gaiolas existem para que os pássaros desaprendam a arte do voo.
Pássaros engaiolados são pássaros sob controle. 
Engaiolados, o seu dono pode levá-los para onde quiser. 
Pássaros engaiolados sempre têm um dono. Deixaram de ser pássaros. 
Porque a essência dos pássaros é o voo.

Escolas que são asas não amam pássaros engaiolados. 
O que elas amam são pássaros em voo. 
Existem para dar aos pássaros coragem para voar. 
Ensinar o voo, isso elas não podem fazer, porque o voo já nasce dentro dos pássaros. 
O voo não pode ser ensinado. 
Só pode ser encorajado."



Rubem Alves



quarta-feira, 4 de abril de 2012

Meditação Vipassana para crianças no Reino Unido

Neste pequeno vídeo vemos alunos de escolas do Reino Unido a deslocarem-se a um centro de meditação Vipassana. Os relatos de directores, professores e alunos são o melhor testemunho da eficácia destas ferramentas no quotidiano cada vez mais atribulado das nossas crianças. O Grupo de Trabalho de Educação do PAN  pretende juntar Portugal aos vários países onde as técnicas de atenção plena estão já implementadas com sucesso, como comprovam vários estudos científicos nos últimos anos.
Não podemos ficar indiferentes a esta necessidade que sentem alunos, professores, pais e todos quantos vivem diariamente a educação das crianças.




sábado, 17 de março de 2012

Palestra Pedagogia Waldorf


Palestra sobre Pedagogia Waldorf, a decorrer na próxima 6.ª feira, dia 23 de Março.
Será na Biblioteca Municipal de Leiria pelas 18h e é organizada pela Iniciativa Waldorf Leiria.
Para mais pormenores, consultem o CARTAZ.
Se puderem e fizer sentido, divulguem por favor.